Rondônia confirma mais 1 caso de novo coronavírus e total vai a 9

0
28
Imprimir página

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) confirmou mais um caso do novo coronavírus na noite desta terça-feira (31), elevando o total para nove no estado. De acordo com o novo boletim, o estado segue com uma morte por Covid-19, sendo uma idosa de 66 anos.

A nova paciente registrada com Covid-19 é uma mulher de 45 anos, moradora de Porto Velho. A Sesau explicou que a infectada apresentou os primeiros sintomas no dia 18 de março e, com isso, coletou amostra no Pronto Atendimento Municipal Ana Adelaide.

A paciente está em isolamento social e é monitorada pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), da capital. A contaminação foi comunitária.

A Sesau informou que, dos nove casos confirmados, há dois já curados. A pasta revelou apenas que ambos pacientes seguiram a orientação médica e que seguiam em monitoramento desde a época em que eram considerados suspeitos.

A secretaria não disse quem são esses pacientes e como a cura da doença foi detectada até a última atualização desta reportagem. Não informou também se ambos passaram por exames. A doença ainda não tem vacina, nem tratamento específico.

Na mais recente publicação, há 79 casos aguardando resultado e 408 descartados. A totalidade de casos suspeitos, notificados e excluídos não foram divulgados pela secretaria. Os municípios que têm casos de coronavírus também não foram especificados.

A paciente que morreu, uma idosa, teve complicação no quadro respiratório, e o óbito foi atestado como Covid-19, hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus. Conforme a Sesau, a paciente foi encaminhada ao Cemetron com tosse, febre e dispneia (dificuldade ou desconforto em respirar).

Pandemia

O Ministério da Saúde atualizou seus números nesta terça-feira (31), informando que o Brasil tem mais de 200 mortes e quase 6 mil casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here