Com salários atrasados, funcionários do Sindsaúde vivem drama; sindicato acumula problemas e constantes bloqueios judiciais

0
968
Imprimir página
DA REPORTAGEM LOCAL
Mesmo há quase um ano à frente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado de Rondônia (Sindsaúde), a atual diretoria amarga resultados negativos e ainda não conseguiu sequer por a folha de pagamento de seus funcionários em dia. Há casos, segundo denúncia feita por pessoas ligadas ao movimento sindical, que chegam a seis meses de atraso.

Figurando como um dos maiores sindicatos de Rondônia, o Sindsaúde vem enfrentando uma série de bloqueios judiciais em suas contas, fruto de honorários de processos perdidos na Justiça pelo sindicato, cobrança de planos de saúde, fornecedores e ex-funcionários.

Uma fonte ligada ao Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Sindicais (Sintes) confirma a informação e diz que já estuda um pedido de socorro junto à Justiça do Trabalho. “Não se pode brincar de administrar. Eles, os diretores, são servidores públicos, mesmo que não trabalhem, recebem. Nós, que trabalhamos para os sindicatos não temos outra fonte”, disse a fonte de acriticanews.com.

DOENTES
Ainda segundo a denúncia recebida pelo jornal acriticanews.com, alguns funcionários estão doentes. O acúmulo de dívidas com aluguéis, escola, cartão de crédito levou alguns companheiros a um quadro de depressão. A situação é crítica, relata a fonte.

“Desde que assumiram, todos os meses prometem por em dia os salários, mas tudo não passa de palavras vazias”, relata.

RECLAMAÇÃO
Além da falta de gestão financeira, outra crise atinge o Sindsaúde. Uma fatia grande de servidores filiados que moram no interior do Estado reclamam da falta generalizada de informações, da ausência do sindicato na base e do precário atendimento que recebem quando procuram a entidade em Porto Velho.

NOTA DA REDAÇÃO
A reportagem tentou contato com a diretoria, mas não obteve sucesso. Está aberto o espaço para possa apresentar explicações sobre o caso.

 

FOTO DE CAPA: MERAMENTE ILUSTRATIVA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here