Semusa comunica que está faltando vacina em todo Brasil

0
70
Imprimir página
A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho informou nesta quinta – feira, 14, que está faltando algumas vacinas em todo o Brasil.

Segundo Elizeth Gomes, gerente de Imunização da Semusa, o Ministério da Saúde não está enviando para os estados a quantidade de vacinas necessária, justificando que os laboratórios não estão dando conta de produzir grande quantidade de vacinas.

“A Prefeitura Municipal não compra vacina. Recebe do Ministério da Saúde, que por sua vez, não está conseguindo adquirir a quantidade que precisa para suprir a necessidade do País”, esclareceu.

Ela ressaltou que devido ao surto do sarampo em vários estados, os laboratórios passaram a produzir um número maior dessa vacina, desabas tecendo as demais. Quanto a pentavalente houve um problema no laboratório produtor, onde foi recolhido um lote com grande quantidade dessa vacina.

No caso da vacina dtp, que protege contra difteria, tétano e coqueluche, a falta vem ocorrendo há seis meses com previsão da situação ser normalizada em fevereiro do ano que vem, pois, os laboratórios não estão produzindo a mesma.

O Estado de Rondônia recebeu neste mês, três mil doses de pentavalente, vacina que protege os bebês contra cinco doenças: difteria, tétano, coqueluche, e hib, bactéria responsável por infecções no nariz, nas meninges e na garganta.

Para Porto Velho, foram repassadas 1500 doses. Mas esse quantitativo não supre a necessidade do município que precisa de aproximadamente cinco mil doses. A Capital recebeu 1500 doses porque conta com a maior demanda no Estado.

“Apesar da falta dessas duas vacinas, a rede municipal de saúde de Porto Velho conta com as demais vacinas. É importante que os pais mantenham a caderneta de vacinação atualizada com as vacinas disponíveis”, alerta Elizeth Gomes.

Comdecom

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here