Flamengo e Botafogo colocam tabus à prova em clássico marcado por polêmicas

0
18
Imprimir página
Botafogo e Flamengo se enfrentam hoje (7), às 20h (de Brasília), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, em um clássico que pode quebrar tabus. Atuando no Nilton Santos, palco do duelo de logo mais, o time alvinegro não perde para o rival desde 2010 e busca manter o retrospecto positivo. Já a equipe da Gávea vem de uma campanha avassaladora no Rio de Janeiro no torneio nacional, com 91,7% de aproveitamento.
Atuando em seus domínios, o Bota não perde para o rival da Gávea em jogos pelo Nacional desde 2010. São oito clássicos com mando de campo do Alvinegro, que levou a melhor em quatro oportunidades, além de outros quatro empates. Se mantiver a escrita, o mandante do Nilton Santos ao menos somará mais um ponto na competição.
A última derrota do Botafogo se deu, curiosamente, no ano em que o Flamengo foi campeão brasileiro pela última vez, em 2009. Na oportunidade, Adriano Imperador marcou o gol da vitória no Nilton Santos já na reta final da competição.
Desde então, o Botafogo não sabe o que é perder para o Rubro-Negro. Entre 2010 e 2012, as equipes empataram em três oportunidades. Em 2013, a primeira vitória. Gegê e Rafael Marques aproveitaram companhia de Seedorf e marcaram os gols do triunfo. No ano seguinte, mais três pontos com mesmo placar: gols de Rogério e Wallyson.
A partir de 2015 os jogos passaram a ser disputados com o mandante com 90% dos torcedores no estádio. Neste molde, o Botafogo também não perdeu para o rival. No primeiro ano arrancou empate com o Flamengo, na Ilha do Governador. O Rubro-Negro chegou a abrir 3 a 1, mas o Alvinegro reagiu e buscou a igualdade.
Nas últimas duas temporadas, o Botafogo conquistou duas vitórias. No Brasileiro de 2017, Roger duas vezes não deu qualquer chance ao Flamengo. Já no ano passado, Erik e Leo Valência marcaram para decretar o triunfo do Alvinegro.
O Flamengo, por sua vez, aposta no retrospecto da equipe atuando na Cidade Maravilhosa. Ainda que essa seja a primeira vez do time fora do Maracanã (em jogos no Estado), a campanha anima os líderes do torneio: em 16 jogos atuando em terras cariocas na competição, os comandados de Jorge Jesus ganharam 14 e empataram apenas duas, contra Fluminense e São Paulo. Dos 48 pontos em jogo, os rubro-negros faturaram 44, o que representa um índice de 91,7%.
Apesar de o clássico de hoje ser em “casa”, o adversário desta noite endureceu ao máximo para o Rubro-Negro. Mandante do duelo, o Bota cedeu apenas 10% dos bilhetes disponíveis e a carga de 3 mil ingressos dos visitantes foi esgotada em horas.
“A vida do Flamengo hoje é uma, a do Botafogo é outra. Mas em clássico isso não existe. O Flamengo vai defender o dele, fazer o que estamos fazendo, e o Botafogo vai tentar fazer o melhor jogo deles. Todos querem ganhar do Flamengo. Dentro do jogo não entra o lado financeiro”, disse o atacante Bruno Henrique.
O camisa 27 revê o rival que marcou sua estreia com a camisa vermelha e preta. No primeiro encontro, dois gols e uma ótima primeira impressão. No novo capítulo da rivalidade, o goleador espera reeditar a atuação na casa botafoguense. “Vou voltar ao local no qual fui muito feliz no meu primeiro jogo. Há muitos motivos para encarar esse jogo, é mais uma final para nós. Espero fazer novamente um grande jogo”, comentou.
Com 33 pontos, o Botafogo briga para se afastar da zona de degola e a partida será muito importante para o time na luta contra o rebaixamento. Faltam apenas oito jogos para o fim da competição e o Alvinegro tem apenas dois pontos a mais que o Fluminense, que está no Z-4.
O Flamengo, por outro lado, soma 71 pontos e tenta, dentro do possível, conquistar o título brasileiro antes da final da Copa Libertadores contra o River, em Lima, dia 23.
Fonte: UOL Esportes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here