Polícia Civil deflagra operação “Emboscada Vermelha” na Capital

0
41
Imprimir página
A Polícia Civil do estado de Rondônia, por meio da Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Contra a Vida (DECCV), popularmente conhecida como Delegacia de Homicídios, deflagrou na manhã desta quinta-feira (06/06), a operação denominada “Emboscada Vermelha”. A ação policial aconteceu no município de Porto Velho e teve como objetivo o cumprimento de 08 (oito) medidas cautelares contra acusados pela prática do crime de homicídio de um total de 10 (dez) medidas cautelares decretadas.

De acordo com a delegada da Polícia Civil, Leisaloma Carvalho Resem, nesta operação foram presos três acusados, integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), de participaram de um homicídio registrado no mês de abril, em uma quadra poliesportiva, no bairro Esperança da Comunidade.”A investigação aponta que a motivação do crime seria porque a vítima Welington M. C. S., era integrante da facção criminosa rival Primeiro Comando da Capital (PCC)”, explica a Delegada.

Dos mandados de prisão expedidos pela Justiça, a Polícia Civil logrou êxito em cumprir contra o nacional Wanderley C. M., vulgo “Overdose”, Jaedson V. S., vulgo “Menor Alisson”, e Paulo H. A. B., vulgo “Paulinho”. É considerada foragida da Justiça a pessoa de Hiasmim C. S., vulgo “Morena Problemática”, a qual também figura como investigada na operação “Conselho Final”, deflagrada no dia 31/05/2019, possuindo dois Mandados de Prisão expedido em seu desfavor.

Durante as diligências, foi apreendido na residência de Wanderley, vulgo “Overdose”, uma arma de fogo calibre 28 tipo “escopeta” adaptada, dois cartuchos calibre 28 e um colete balístico. O acusado também foi flagranteado pelo crime de posse irregular de arma de fogo.

A Polícia Civil realizará coletiva de imprensa prevista para às 09h30, com objetivo de informar detalhes sobre a operação “Emboscada Vermelha”. O encontro com os comunicadores será na sede da Delegacia de Homicídios.

A Polícia Civil do estado de Rondônia disponibiliza o número 197 para todo cidadão que deseja realizar denúncias sobre quaisquer prática criminosa. Vale ressaltar que a denúncia pode ser realizada de forma anônima e sigilosa.

Paulo – vulgo Paulinho, Wanderley – vulgo Overdose e Jaedson – vulgo Menor Alisson

 

Fonte: ASCOM/PCRO

Imagens: Arquivo PC

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here