Com recursos exclusivos para reforma, escolas municipais ficam de ‘cara nova’

0
39
Imprimir página
As escolas municipais de Porto Velho estão comemorando os investimentos que não param de chegar. Durante anos, as unidades ficaram aguardando a destinação de recursos para que fossem realizadas as manutenções e reformas necessárias. A demora acabou contribuindo para a deterioração delas. Em 2017, quando assumiu a gestão municipal, o prefeito Hildon Chaves, pediu que todos os esforços fossem voltados para a melhoria da rede de ensino da capital. O primeiro resultado foi a liberação do Programa de Apoio Financeiro às Escolas Públicas Municipais (Proafem) repassado na forma de transferência direta às Unidades Executoras (Conselhos Escolares ou Consórcios de Escolas).

O montante de R$ 4.932.928,00 (resultado da somatória de R$ 5,50 por aluno), foi disponibilizado para a efetivação de diversos serviços de melhorias nas unidades escolares, em quatro parcelas. A Semed ainda ampliou esse atendimento contemplando a partir de então, as bibliotecas e escolas de música municipais, sendo a primeira vez que estas Unidades Executoras receberam o recurso. Já no ano passado, o Município conseguiu ampliar esse recurso, passando de R$ 5,50 para R$ 9,00 por aluno. “Foi uma verdadeira mudança para nossas escolas que ficaram de cara nova”, destacou.

Escolas, como Mãe Margarida, Antônio Ferreira, São Pedro, Canto do Uirapuru, Marise Castiel, Elenilson Negreiros e Cosme e Damião foram algumas delas. “Vimos o retorno desse trabalho de revitalização, nos nossos alunos e principalmente nos nossos servidores e pais que se sentem melhor acolhidos hoje. Eles elogiaram muito a mudança, a pintura nova, as artes que fizemos no muro da escola. O ambiente mudou como um todo. As salas estão mais atrativas, corredores e pátio mais limpos e aconchegantes. E isto só foi possível aos novos recursos destinados, pois o que recebíamos antes era muito pouco, e acabávamos utilizando para as manutenções mais urgentes, como na parte elétrica, hidráulica, teto, ar-condicionado, etc”, disse a diretora Andreia Batista, diretora da escola Antônio Ferreira.

Mas os investimentos não pararam por ai, o prefeito Hildon Chaves destinou, ainda no ano passado, mais de R$1,5 milhão exclusivamente para reformas das escolas. Chamado de ‘Proafem Reformas’ o recurso é pago em duas parcelas e para receber a segunda, a primeira precisa passar pela prestação de contas e devida fiscalização do que foi executado de acordo com o plano de aplicação. Esse é exclusivo para reformas e manutenção das escolas.

O outro Proafem é utilizado para serviços diversos, como também para a aquisição de materiais utilitários da escola. “Vivemos uma outra realidade em nossas escolas. Percebemos os servidores mais animados e com a sensação de mais valorização, até os alunos se sentem mais estimulados a irem para a aula. Quem não gosta de trabalhar num local limpo, mais arrumado, com a pintura renovada, muro em boas condições, banheiros confortáveis?”, observou o secretário, acrescentando que, neste ano novos, investimentos estão previstos e que, nesta semana, já liberou o Proafem para cerca de 40 escolas. “Eles, enviando a prestação de contas, em seguida autorizamos o pagamento. Esse é um compromisso do gestor e a liberação do recurso o ajuda na melhoria de sua unidade”, completou.

Comdecom

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here