Venda de materiais escolares registra queda na capital

0
72
Imprimir página
Nesta semana, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) cerca de 50 mil alunos iniciaram o período escolar na Rede Municipal e na

próxima segunda-feira (11), cerca de 200 mil alunos ingressarão nas escolas estaduais, de acordo com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

No entanto, mesmo com período letivo, a procura por matérias escolares registrou queda em 2019 em Porto Velho. Muitas papelarias lucram no período de volta as aulas, seja no início do ano ou o segundo semestre. Porém, mesmo com a diminuição dos preços, este ano, de acordo com o gerente Gilmar Bartiman, as vendas foram muito baixas, cerca de 20% abaixo em comparação ao ano de 2018.

“Acredito que essa queda se deu por conta da crise em que o Brasil passa além dos gastos de fim de ano, muitos pais estão esperando o pagamento sair para poder comprar os materiais, geralmente esse mês é o de maior procura, porém temos alguns dias ainda e a expectativa é de que as vendas dobrem”, afirma.

Para atrair os clientes, ele diz que a divulgação é essencial. Abrir as lojas em horários diferenciados e fazer promoções e descontos, também ajudam a driblar a crise. “Nossa estratégia é além da divulgação trazer promoções aos clientes, pois como é sabido, muitos compram onde está mais barato”, menciona.

Consumidores

Economia sim, mas primando a qualidade. A secretária Maria do Carmo diz que economizou no fim do ano para agradar a filha Valentina de 12 anos, “Esse momento de volta as aulas é importante e mesmo gastando eu faço questão de comprar tudo de qualidade para ela”.

Valentina disse que o seu dia preferido é o dia de comprar material escola com a mãe, e está ansiosa para a volta às aulas.

Já a auxiliar administrativa Maria Regina, pesquisa bem antes de comprar. Ela conta que vai à diversas papelarias com a lista de materiais e faz o orçamento, além de perguntar de amigos onde eles compraram e se saiu em conta. Outra dica da consumidora é não levar os filhos na hora da compra com o intuito de economizar.

A expectativa para os empresários e vendedores é de que as vendas cresçam neste final de semana que antecede as aulas, por isso, até o momento, ainda não foi possível fazer um levantamento concreto do volume de vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here