Atlético-PR empata no 1º jogo da final contra o Junior Barranquilla

0
9
Imprimir página
Atlético-PR saiu com um bom resultado na partida de ida da final da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira (5), a equipe rubro-negra empatou por 1 a 1 com o Junior Barranquilla em partida disputada no estádio Metropolitano Roberto Meléndez.

O resultado não foi bom apenas pelo fato de que o Atlético-PR poderá decidir o título em seu estádio. O time dirigido por Tiago Nunes ainda contou com a sorte ao ver o adversário desperdiçar uma cobrança de pênalti e lidou bem com a pressão sofrida nos minutos finais.

Pablo abriu o placar para o Atlético-PR no começo do segundo tempo, mas Yony González deixou tudo igual para os donos da casa logo depois.

As duas equipes decidem o título na próxima quarta-feira (12), na Arena da Baixada, em Curitiba. Quem vencer será o campeão, enquanto novo empate (independentemente da quantidade de gols) leva a disputa por pênaltis.

O Junior Barranquilla começou melhor. Logo no primeiro minuto, Santos fez defesa tranquila. Depois, o time colombiano pressionou com Yoni González, que cabeceou por cima, e logo na sequência com Díaz, que por pouco não completou para o gol, mas Renan Lodi tirou. A melhor chance veio aos 29, de novo com Díaz, que girou chutando e mandou com perigo para fora.

Suspenso, Guerrero é orientado a não jogar amistosos de D’Ale e Sheik

Ao longo do primeiro tempo, o Atlético-PR chegou a ter o controle da bola, mas as trocas de passe não foram efetivas, e os paranaenses praticamente não criaram chances nos primeiros 45 minutos.

O Atlético-PR voltou melhor para o segundo tempo e criou grande chance logo aos dois minutos. Léo Pereira subiu alto após cobrança de escanteio e cabeceou com perigo para fora.

Pouco depois, Pablo aproveitou lançamento longo, mostrou velocidade e bateu rasteiro no canto esquerdo para abrir o placar no Metropolitano. Na comemoração, ele imitou o famoso gesto de Cristiano Ronaldo, pulando e virando de costas antes de cair com os dois pés abertos cravados no chão. Mais tarde, Pablo deixou o jogo com dores na panturrilha.

Os donos da casa trataram de reagir rapidamente e buscaram o empate aos oito minutos. Yony González recebeu passe de cabeça e chutou girando no alto do gol de Santos.

Aos 26 minutos, o Atlético-PR quase levou a virada. Ronny derrubou Gutiérrez dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Pérez deu uma paulada e viu o travessão ficar balançando.

Nos acréscimos, foi a vez de o goleiro Santos aparecer e assegurar o empate, com duas grandes defesas. Aos 46, abafou chute de Ruiz. Depois, fez grande defesa de longe após chute de Barrera.

JUNIOR BARRANQUILLA

Viera; Piedrahita, Jefferson Gómez, Rafael Pérez, Gutiérrez; Narváez (Hernández), James Sánchez (Moreno), Barrera, Cantullo; Yonny González (Luis Ruiz), Luis Díaz. T.: Julio Comesaña

ATLÉTICO-PR

Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira, Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González (Marcinho), Raphael Veiga (Wellington), Nikão; Pablo (Rony), Marcelo Cirino. T.: Tiago NunesEstádio: Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla (Colômbia)

Juiz: Diego Haro (Peru)

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Bruno Guimarães e Léo Pereira (Atlético-PR)

Gols: Pablo, aos 4min do segundo tempo (Atlético-PR); Yony González, aos 8min do segundo tempo (Junior)

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here