Cliente recusa pagar 10% do garçom e acaba agredido por dono de conveniência

0
6
Imprimir página
O dono de uma conveniência, na Avenida Brasília, região Central de Porto Velho, foi preso na madrugada desta quinta-feira (13) acusado de lesão corporal a um cliente de 27 anos durante confusão por causa do pagamento de 10% do garçom.

O boletim de ocorrência registrado na Central de Flagrantes por volta das 4h40 da madrugada, relata que o cliente estava no local ingerindo bebida alcoólica e no momento de pagar a conta no valor R$ 462 00, o amigo que estava com ele quitou a metade.

Mas como a vítima se recusava a pagar os 10% do garçom iniciou-se uma acalorada discussão.

O cliente teria sido então abordado pelo proprietário do estabelecimento e alguns seguranças não identificados  agredido. A vítima sofreu arranhões no pescoço, escoriações no cotovelo esquerdo e corte na perna, além de durante as agressões ter perdido um cordão de ouro avaliado em R$ 2 mil. Devido ao tumulto, a vítima não chegou a pagar o valor da dívida.

O comerciante recebeu voz de prisão e foi apresentado ao delegado de plantão para as providências cabíveis.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here