Nova rodoviária de Porto Velho está em fase final de estudos

0
260
Imprimir página
O projeto de concessão, através de uma Parceria Pública Privada (PPP), para a escolha da empresa responsável pela construção do novo terminal rodoviário de Porto Velho está em fase de estudos e deve ser lançado em 30 dias. De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade Urbana e Transporte (Semtran), já foi realizado um levantamento na área da atual rodoviária para ver a possibilidade de construir o novo terminal no mesmo local. Mas ainda está em fase de estudos.

De acordo com o secretário da Semtran, Carlos Henrique da Costa, essa ação que vem da prefeitura em fazer um estudo para a concessão e PPP é em função da necessidade da cidade ter uma rodoviária mais moderna para a população. O orçamento para a obra ainda está em fase de estudo e, como vai ser uma PPP, a Semtran inda não tem os detalhes para poder informar.

“O lançamento do projeto deverá acontecer este ano. A gente deve provavelmente lançar uma PMI como se fosse um chamamento púbico para que sejam apresentadas as melhores propostas. Então, a partir da apresentação das propostas é que nós vamos discutir qual será a melhor proposta e quantas virão e como será feito, e vamos aguardar os participantes, os interesados, para ter- mos uma data para iniciar a construção”, disse o secretário.

Ainda segundo o secretário Carlos Henrique da Costa, a tendência é que apareçam várias propostas porque existe uma atratividade para o investimento. Dentro do projeto, que está em fase de estudos, deverá ser definido o tamanho do saguão do novo terminal, a capacidade de veículos que vai precisar de vagas, de entrada para os ônibus, capacidade de estacionamento, capacidade para poder agregar a parte de táxi e mototáxi, entre outros.

“Essa construção será muito importante porque uma nova rodoviária para Porto Velho hoje talvez um dos maiores anseios da população, até para a autoestima da população, e chegar na atual rodoviária, tem um aspecto mais agradável, mas dentre outros anseios também que tem em nível municipal, a rodoviária deve ser o mais importante”, completou o secretário.

No mesmo local também está sendo estudado junto com a rodoviária a construção de uma nova estação de integração para o transporte coletivo. “O ponto no local é mais centralizado. E dali nós conseguimos integrar os ônibus da zona Leste, zona Norte e zona Sul. Então existe essa possibilidade de um terminal de integração para o transporte coletivo, possivelmente no mesmo local com uma estrutura melhor e mais adequada e que proporcione mais conforto e qualidade para a população”, enfatizou o secretário.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here