Ex-servidora pública é presa acusada de roubo a banco

0
137
Imprimir página
Agentes da Delegacia de Patrimônio prenderam  nesta sexta-feira (10), a ex-funcionária pública municipal identificada como Tatiane A. P., 42. A suspeita estava com mandado de prisão preventiva pelos crimes de extorsão mediante sequestro e associação criminosa. Ela foi localizada no residencial Cristal da Calama, na zona Leste de Porto Velho. As investigações tiveram o apoio de policiais civis do município de Guajará-Mirim.

Segundo os delegados Dr José Marcos e Leonardo Matos, a mulher tem participação na tentativa de roubo no Banco do Brasil em Candeias do Jamari. Na ocasião os criminosos abordaram  os dois funcionários do banco na avenida José Vieira Caula  em Porto Velho,no momento em que as vítimas se dirigiam agência para trabalhar .

Os criminosos interceptaram o carro provocando uma colisão com uma motocicleta . Ao descer do veículo os funcionários foram rendidos e levados para uma área de mata em Candeias .Os criminosos mantiveram as vítimas amarradas no mato,com supostos explosivos no corpo acreditando que uma das vítimas seria o gerente do banco.

O bando ordenou que esse funcionário fosse a agência bancária e abrisse o cofre e os caixas eletrônicos e retirasse todo o dinheiro para os bandidos.O funcionário então se dirigiu agência bancária e foi seguido por todo o trajeto por parte do  grupo.

A vítima contou que era ameaçada com os supostos explosivos presos ao corpo tendo prazo de meia hora para o retorno, mas que ao chegar à agência acionou a polícia.  Ao perceber a presença de viatura no local, ação da quadrilha foi frustrada, e o outro funcionário libertado.

Na casa da suspeita, os policiais encontraram vários atestados médicos falsos, de policlínicas e postos de saúde além de carimbos médico e uma cédula de identidade falsa que a mesma estava fazendo uso. Tatiana  já tem passagens por roubo em Humaitá/AM e tráfico de drogas em Rondônia e foi demitida do serviço público  por uso de atestado falso. Ela teria emprestado para os comparsas um veículo celta usados no crime. A polícia já tem nome de outros cinco suspeitos que poderão ser presos nos próximos dias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here