Greve no transporte coletivo continua em Porto Velho, decidem trabalhadores

0
123
Imprimir página
Mesmo depois da imposição de multa de R$ 200 mil por dia e ainda R$ 20 mil por cada ônibus parado, os trabalhadores no transporte coletivo de Porto Velho decidiram na manhã desta quinta-feira pela manutenção do movimento grevista iniciado no dia anterior.

Consórcio SIM

O Consórcio SIM está convocando os trabalhadores do sistema para que retomem suas atividades normais, uma vez que a paralisação total da frota do transporte coletivo em Porto Velho não foi autorizada pela Justiça do Trabalho.

Após tomar ciência da decisão da desembargadora do trabalho Socorro Guimarães, no início desta tarde, o Consórcio SIM emitiu nota convocando todos os trabalhadores para o retorno ao trabalho.

Aqueles colaboradores que não cumprirem suas obrigações contratuais estarão sujeitos a aplicação de medidas administrativas autorizadas por lei.

TRT 14

Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT14) determinou, na tarde desta quarta-feira (8), o retorno parcial do transporte coletivo em Porto Velho. Motoristas e cobradores de ônibus decidiram paralisar o serviço após descumprimento do Consórcio SIM.

A paralisação teve início na manhã desta quarta por problemas de negociações salariais, segundo Secretaria de Trânsito Mobilidade e Transporte (Semtran). A pasta afirma, ainda, que a paralisação foi deflagrada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sitetuperon).

Os grevistas se concentraram na sede do sindicato durante todo o dia. O presidente do Sitetuperon, Francinei Oliveira, afirma que a decisão aconteceu após assembleia realizada junto à categoria.

“Em acordo coletivo, ficou acertado um reajuste de 4% nos salários. A empresa obedeceu o acordo e pagou os quatro meses subsequentes de maneira correta. Só que, nesse mês, cortou os 4% e descontou os reajustes dos meses anteriores. Foi um impacto grande nos salários de agosto da categoria”, descreve o presidente do sindicato.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here