Lewis Hamilton celebra vitória histórica: “Foi a pilotagem da minha vida”

0
31
Imprimir página

Inglês ganhou de forma espetacular depois de largar apenas em 14º, com ultrapassagens decididas, desobediência à Mercedes e contando ainda com um erro do rival Sebastian Vettel

Pois é, Lewis Hamilton, os números comprovam isso. Em nenhuma das suas 65 vitórias até o triunfo de domingo em Hockenheim, o inglês havia largado abaixo da sexta posição. Por isso, a vitória saindo de 14º já seria especial por isso. Mas, da forma como foi, por todos os componentes envolvidos, o dia 22 de julho de 2018 ficará para sempre marcado na memória do – por enquanto – tetracampeão mundial.

Ao deixar o autódromo alemão de carro rumo ao local onde um helicóptero o esperava, Hamilton ainda era festejado por fãs, mesmo sob chuva. No caminho, contou detalhes da – por que não dizer – histórica corrida ao perfil oficial da Mercedes nas redes sociais.

– Que dia… (suspiro)… Foi o dia mais… mais… mais trabalhoso, até este dia, o mais emocionante, provavelmente… Estou exausto… Coloquei tudo o que eu tinha, tudo o que eu tinha… Hoje em todas as voltas eu tentei!

De fato, o novo líder do campeonato com 17 pontos de vantagem sobre o rival Sebastian Vettel, teve um domingo de desfecho inacreditável depois do que aconteceu na véspera. Na classificação, uma falha no sistema hidráulico o fez abandonar o treino e ficar com a 14ª posição no grid, enquanto o alemão fez a pole position. Ou seja, tudo estava armado para Vettel vencer em casa e ampliar a vantagem na classificação do campeonato.
Na corrida, Hamilton ultrapassou um a um os adversários até chegar ao quinto lugar. Depois, subiu para terceiro com os pit stops dos adversários e o começo da chuva, e, para a liderança, depois que desobedeceu a Mercedes, que o mandou entrar nos boxes para um segundo pit stop. Hamilton ainda teve de resistir a um ataque do companheiro Valtteri Bottas, para, enfim respirar e vencer pela 66ª vez na F1 – apenas Michael Schumacher (91) soma mais vitórias.

Depois de cruzar a linha de chegada e subir ao pódio, Hamilton ainda teve de prestar esclarecimentos aos comissários desportivos por ter cruzado a linha branca divisória entre a pista e a entrada dos boxes. Mas o inglês não recebeu nenhuma penalidade. Ufa!

– Havia muita negatividade neste fim de semana, mas senti como se a chuva tivesse caído e lavado toda essa negatividade. Foi um sonho real e um dia que vou sempre lembrar – comentou.

Hamilton venceu o GP da Inglaterra de 2008 na chuva (Foto: Getty Images)

Até agora, Hamilton considerava a vitória no GP da Inglaterra de 2008, também com chuva, em Silverstone, como a sua melhor atuação na Fórmula 1. Até agora…

– Eu tive muitas outras corridas e houve outras grandes. Silverstone em 2008 foi muito boa, mas eu saí (da pista), então foi 99,8%. Esta não cometi erros, o que me orgulha muito.

Fonte: GloboEsporte.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here