Comissão de Segurança Pública debate sobre rebelião no sistema prisional

0
47
Imprimir página
Presidida pelo deputado Jesuíno Boabaid (PMN), a Comissão de Segurança Pública (CSP), em reunião na manhã desta terça-feira (16), debateu sobre a questão dos presídios, rebelião e de segurança em unidades hospitalares.

O deputado Anderson do Singeperon (PV) explanou sobre o que acompanhou em relação a rebelião no presídio Ênio Pinheiro. O parlamentar parabenizou os agentes que controlaram os apenados que queriam invadir a Ala D. “Se tivessem conseguido teria sido um desastre”.

Anderson disse que ao final foram constatadas duas mortes, sendo uma no Urso Branco e outra no Ênio e que a situação foi muito tensa. Criticou o presídio Ênio Pinheiro, que segundo ele, não tem estrutura, é antigo, e deveria já ter sido desativado.

O deputado Jesuíno disse que é preciso provocar uma discussão, ver algum dispositivo federal e trazer para o Estado com a finalidade de responsabilizar os presos pela depredação do patrimônio público. “Eles quebram tudo, põe fogo, estragam e o Estado ainda tem de repor e pagar todos os prejuízos. Eles fazem e o Estado é responsabilizado na corte interamericana se barbaridades acontecerem”.

Arquivada

O deputado Anderson também pediu o arquivamento de denúncia sobre segurança nas unidades hospitalares. O parlamentar realizou audiência pública sobre o tema onde houve o comprometimento do secretário em elaborar um sistema para recebimento de presos.

Também participaram da reunião os deputados Dr. Neidson (PMN) e Adelino Follador (DEM).

Fnte: oALE/RO – DECOM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here